03 BURN THE MANKIND - Logo.png

Com o primeiro álbum lançado em 2015, intitulado ‘To Beyond’, a banda gaúcha Burn The Mankind. A banda é tida como uma das promessas do cenário metal mundial e vem angariando muitos elogios da mídia especializada nacional e internacional.

Confira agora a entrevista concedida por Pedro Webster (Vocal, baixo), Marcos Moura (guitarra) e Rafael Barros (guitarra) do Burn the Mankind ao RioMetal Press:

Acredito que é impossível falar com vocês na primeira vez e não perguntar sobre o nome da banda. Como chegaram a concepção de “Burn The Mankind”? É um nome bem forte.

Pedro Webster: Burn the Mankind é um nome que simboliza a nossa concepção niilista e destrutiva atrelada ao nosso som. O “Mankind” aqui tem um sentido subjetivo que representa toda carga cultural de um sistema dominante, imposta na formação de nosso caráter e que atingem diretamente nossas escolhas e julgamentos. Queremos quebrar isso, todas as amarras que restringem nossa liberdade e obrigam-nos a aderir à uma ética de vida vazia e fraca.

Em dezembro de 2015 foi lançado mundialmente o primeiro full lenght da banda – ‘To beyond’. Como foi o processo de gravação do álbum?

Marcos Moura: Foi um processo longo, iniciado em 2010. Fizemos as partes da bateria com Matheus Montenegro, que deixou o grupo em 2012, no estúdio do Fábio Lentino (ex-Nephasth). Gravamos o álbum três vezes, até chegarmos a uma sonoridade satisfatória, principalmente nas guitarras. A produção ficou por conta de Henrique López e contamos ainda com a participação nos backing vocals de Rafael Barros (ex-Nephasth), que assumiu a segunda guitarra em 2013 depois que Raissan Chedid assumiu as baquetas.

Rafael Barros: Contribuí também na produção final, mixagem e artwork do CD. Apesar de não ter feito parte da banda desde seu nascimento, me sinto como estivesse lá desde o início, pois trabalhei muito junto a banda pra que esse disco fosse lançado. Trouxe também uma forte visão de trabalho profissional e foco oriundo da minha experiência com o Nephasth.

A banda tem como foco de suas músicas a existência humana, e esse é o tema abordado em ‘To Beyond’. Podemos considerá-lo um álbum conceitual?

Pedro: Sim, “To Beyond” é um álbum conceitual que direciona um personagem à quebrar com as amarras impostas subjetivamente pela sociedade. Tais amarras são o medo, o ouro, o poder que escravizam e condenam. Através de conceitos sobre-humanos que superam o mundo físico, tal personagem encontra forças para romper com este mundo humano, ralo e doentio e parte para um plano extra físico em prol da liberdade.

Rafael: …em prol da liberdade e de uma nova era!

burn_press

Pedro Webster, Marcos Moura, Rafael Barros e Raissan Chedid

Um fato bem grave aconteceu com a banda em Janeiro deste ano. Vocês foram assaltados e Rafael Barros (Guitarras) acabou sendo mantido como refém e agredido por ladrões. O que aconteceu e o que representou este fato para vocês?

Rafael: Voltávamos de um ensaio e ao chegarmos na casa do baterista para largar nosso equipamento, fomos interceptados por um carro e três caras armados nos obrigaram a sair do nosso veículo. Eu estava no banco de trás com o restante de instrumentos e não consegui abrir a porta, os ladrões entraram e arrancaram comigo dentro. Percorri alguns quilômetros sob ameaças de morte e agressões na cabeça, tendo duas armas coladas com força na testa. Depois me largaram. Muitas reflexões vieram após o acontecimento. A violência está cada vez mais próxima e isso pode acontecer de novo ou com alguém próximo a você. Tive a sensação real de que iria morrer, pois a qualquer instante uma daquelas armas poderia disparar. Foi chocante! Então, ter saído disso apenas com um pequeno trauma e um corte na cabeça foi como um renascimento.

Conseguiram reaver ou localizar alguns dos equipamentos?

Rafael: Sim, conseguimos recuperar algumas coisas da bateria. Estamos tendo apoio da polícia, mas é tudo muito difícil e burocrático. As investigações estão rolando… é isso que podemos falar até o momento.

Acredito que estes indivíduos devam ser o lado da humanidade a ser queimado.

Rafael: Num primeiro instante, claro! Dá vontade de queimar todos, exterminar! É difícil adquirir bons equipamentos em nosso país. É muito complicado lidar com a situação de ser agredido, ameaçado e roubado, de se sentir um mero produto descartável dentro de um processo criminoso. O pior é o sentimento de impotência, de que as coisas ficarão sem solução. Mas depois vem a dúvida… matar resolve? Pra mim é como colocar a sujeira embaixo do tapete ou tapar olhos e ouvidos.

Pedro: Não pretendo queimar indivíduo A ou B, mas sim, a concepção de humanidade como um todo, que, organizada no molde que está, acaba fomentando a formação destes indivíduos, e condiciona-os à agirem desta forma.

Marcos: Na minha opinião essas pessoas são parte de um problema ainda maior. O sistema que causa um vazio enorme nas pessoas, induz a um padrão de vida insustentável de consumo. O que deve ser “queimado” é a forma de pensar, valorizar não o que se tem, mas o que se é. Somos todos semelhantes, porém não iguais.

burn_CD.jpg

To Beyond – 2015

Como tem sido o retorno de mídia e público a ‘To Beyond’ pelo globo? Pelo que andei lendo parece que o trabalho tem sido bastante elogiado.

Marcos: A receptividade tem sido excelente tanto fora como dentro do país. Estamos muito felizes em receber críticas e elogios de um álbum composto e gravado com muita dedicação.

Rafael: A revista inglesa Metal Hammer fez uma excelente resenha do disco. Para o crítico, a banda se revelou uma grande promessa vinda do continente sul americano. Isso com certeza nos deixou bastante orgulhosos, nos mostrou que estamos no caminho certo.

Com uma receptividade assim, já devem ter aparecido alguns convites para eventos. Como está a agenda da banda?

Marcos: Fizemos alguns shows desde o lançamento até o fatídico evento em que perdemos nossos equipamentos. Recentemente, voltamos aos ensaios e fizemos nosso primeiro show após o assalto no Obscure Faith em Santa Maria/RS. Tivemos a grande ajuda de amigos de outras bandas que nos emprestaram boa parte do equipamento. Os convites estão surgindo, nossa vontade é de tocar em todos os lugares possíveis.

Voltando ao álbum, o trabalho de capa ficou bastante coeso com o direcionamento musical da banda, como foi confeccionada a arte?

Marcos: A concepção de arte é da artista plástica Luciana Kingeski. Conversamos muito sobre o conceito do álbum, as dificuldades que tivemos ao longo do processo de gravação. A finalização ficou a cargo de Rafael Giovanoli, tatuador e guitarrista do In Torment . O projeto gráfico foi feito pelo Rafael, guitarrista da banda. Ficamos satisfeitos com todo o resultado.

Rafael: Ótimo saber que o trabalho está sendo assimilado dessa forma. A arte está diretamente ligada ao som e proposta lírica da banda.

Gostaria de parabenizar vocês pelo álbum, ficou um trabalho forte e de muita personalidade. Por favor deixem uma mensagem aos que já são e aos que virão a ser ouvintes da Burn The Mankind:

Marcos: Muito obrigado pelas palavras, isso nos incentiva a acreditar e seguir melhorando sempre. Obrigado pelo espaço, e obrigado por estarem ativos e juntos nessa, precisamos cada vez mais de espaços como este. Quem quiser conhecer o nosso trabalho pode acessar o Spotify que estaremos lá, bem como outros serviços de streaming. Grande abraço!

burn_press1.jpg

Rafael Barros, Raissan Chedid, Pedro Webster e Marcos Moura

12745415_884152598360487_5529119039586153049_n

As vendas de “ingresso promocional e meia entrada” ficarão nas lojas até o dia 18 DE MAIO, Quarta-feira, lembrando que foram disponibilizados 200 ingressos no preço de 60 REAIS.

Acabando os ingressos não teremos reposição.

No DIA/LOCAL não terá venda de ingresso.

Adquiram seus ingressos nas lojas credenciadas, o endereço está no cartaz.

Confira o vídeo do baterista em:

https://www.facebook.com/luiscarlos.afonsopires/videos/924367877672292/

neworder_photograph_creditnickwilson_sm-1050x712.jpg

Banda está na estrada promovendo o novo álbum “Music Complete” – foto: divulgação

A lendária banda inglesa New Order recentemente adicionou mais um importante prêmio internacional à sua gloriosa carreira. O grupo sagrou-se vencedor na categoria “Melhor Artista Internacional” durante a cerimônia do “8º PRÊMIO MIN DE LA MÚSICA INDEPENDIENTE”, um dos mais importantes eventos música independente na Espanha.

Gillian Gilbert (tecladista), Tom Chapman (baixo), Stephen Morris (bateria), Bernard Summer (vocal/guitarra) e Phil Cunningham (teclado/guitarra) voltaram a provar por que ainda são considerados um dos principais nomes da música mundial ao superar o fenômeno do momento Alabama Shakes, além de Calexico, Father John Misty e Jamie XX.

Ficamos muito honrados em receber este prêmio da indústria de música independente espanhola. Isso só nos deixa ainda mais ansiosos para rever nossos fãs no Sónar Festival e no Bilbao BBK neste verão! Muito obrigado por todo amor e apoio contínuo!”, declarou o frontman Bernard Summer.

O “Prêmios de la Música Independiente” nasceu em 2009 com o objetivo de reconhecer a criação, a diversidade e a qualidade artística das produções realizadas no país e no exterior.

Neste momento, o New Order está em plena turnê promocional do elogiado “Music Complete”, primeiro trabalho de estúdio do grupo em dez anos e que também marca a estréia na gravadora Mute/[PIAS]. No Brasil, o CD está disponível nas principais megastores via VOICE MUSIC.

“Music Complete” foi produzido pela própria banda e traz a participação de Iggy Pop, Tom Rowlands (The Chemical Brothers), Brandon Flowers (The Killers), Elly Jackson (La Roux), Stuart Price (Les Rythmes Digitales, Madonna), Richard X, além da Manchester Camerata.

Este disco evidencia como uma das bandas pioneiras da música eletrônica ainda consegue ser importante, influente, relevante e competente ao longo de quatro décadas de carreira. As 13 faixas apresentam um New Order voando como nos tempos áureos, revitalizado, cheio de energia e com as tradicionais melódicas grudentas, que os consagraram nos anos 80.

“Music Complete” nos charts mundiais:
Australian Albums (ARIA) #20
Austrian Albums (Ö3 Austria) #26
Belgian Albums (Ultratop Flanders) #22
Belgian Albums (Ultratop Wallonia) #11
Croatian Combined Albums (HDU) #36
Czech Albums (ČNS IFPI) #23
Danish Albums (Hitlisten) #26
Dutch Albums (MegaCharts) #10
Finnish Albums (Suomen virallinen lista) #39
French Albums (SNEP) #19
German Albums (Offizielle Top 100) #14
Irish Albums (IRMA) #6
Irish Independent Albums (IRMA) #2
Italian Albums (FIMI) #58
New Zealand Albums (RMNZ) #37
Norwegian Albums (VG-lista) #24
Portuguese Albums (AFP) #30
Scottish Albums (OCC) #2
Spanish Albums (PROMUSICAE) #17
Swedish Albums (Sverigetopplistan) #14
Swiss Albums (Schweizer Hitparade) #19
UK Albums (OCC) #2
UK Independent Albums (OCC) #1
US Billboard 200 #34
US Independent Albums (Billboard) #5
US Top Alternative Albums (Billboard) #7
US Top Rock Albums (Billboard) #8

Até então, a agenda de shows do New Ordem é a seguinte:
10/03 – Radio City Music Hall – New York, EUA **SOLD OUT**
12/03 – Tower Theater – Philadelphia, EUA
16/03 – Chicago Theater – Chicago, EUA **SOLD OUT**
19/03 – Los Angeles CA – Shrine Auditorium
21/03 – The Chelsea at The Cosmopolitan – Las Vegas, EUA
23/03 – Fillmore Miami – Miami, EUA **SOLD OUT**
23/04 – Royal Albert Hall – Londres, Inglaterra (Special show Teenage Cancer Trust)
25/05 – Shinkiba Studio Coast – Tokyo, Japão **SOLD OUT**
27/05 – Shinkiba Studio Coast – Tokyo, Japão
01-05/06 – Vivid Festival – Sydney, Austrália
18/06 – Sonar Festival – Barcelona, Espanha
26/06 – Glastonbury Festival – Inglaterra
30/06 – Werchter Festival – Bélgica
02/07 – Rosklide Festival – Dinamarca
07/07 – Bilbao BBK – Espanha
09/07 – Castlefield Bowl – Manchester, Inglaterra

17/07 – Latitude Festival – Suffolk, Inglaterra
12/08 – Oya Festival – Noruega
14/08 – Flow Festival – Finlândia
04/09 – Electric Picnic – Irlanda
10/09 – Lollapalooza Berlin – Alemanha

Links relacionados:
https://www.facebook.com/NewOrderOfficial
https://www.facebook.com/premiosmin
https://www.facebook.com/piasmusic
https://www.facebook.com/PIASIberoAmerica
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

Fonte: The Ultimate Music Press

12141589_991474387542753_795829355408285018_n

A banda Sickymind foi formada no final do ano de 2008 por Anderson, Leonardo e Jorge. No começo tocavam apenas covers de suas bandas favoritas como hobby, mas com o tempo começaram a ter interesse por criar suas próprias musicas. O objetivo sempre foi tocar um metal calcado em suas influencias (geralmente passando por Metallica, Judas Priest, Accept, Iron Maiden, Black Sabbath, entre outros estilos dos integrantes), mas fazendo o máximo para deixarem um som único e peculiar. Suas letras geralmente passam por questões sociais, sentimentos em relação ao mundo, literatura ou coisas que envolvem o mundo do metal.

Fazendo shows desde 2011, com participações em shows com Enforcer (Suécia), Torture Squad, Centúrias, entre outros, inclusive recebendo elogios do guitarrista original da banda Xentrix (Inglaterra) pelo cover feito da música Balance of Power, e com algumas modificações em relação a seu line-up, hoje a banda conta com Anderson (vocal/guitarra), Leo (baixista), Thaís (bateria) e Karlinhos (guitarra), e com essa formação já consolidada pelo lançamento do EP “Welcome to a Sick Mind”, a banda que já conta com mais músicas novas, está pronta para fazer seu primeiro full album e partir em turnê.

Formação:

Anderson Lima (Vocais e Guitarra)
Leo Gomes (Baixo/back vocal)
Karlinhos Guitarmann (Guitarra solo/backing vocal)
Thais (Bateria)

Facebook:https://www.facebook.com/sickymind

Fonte: Roadie Metal

 13120600_950884328362239_1512378065_o

A banda de Thrash Metal, Monstractor, foi convidada para incluir uma música de sua autoria no curta-metragem “Só Sexta”, produzida por Marco Esch, com direção de Edgar Ziler Freitas e texto por Victor Ribeiro de Lima.

O curta produzido de forma colaborativa é feito de forma independente e seu enredo conta uma história de um empresário que tem sua sogra sequestrada por uma dupla atrapalhada, que irá fazer de tudo para obter o resgate.

O conceito central do curta é apresentar ao público o desespero causado na vitima e seus sequestradores, uma estória que envolve emocionalmente toda uma família.

Só sexta tem estreia marcada para o dia 04 de maio as 12h30min no cinema, Cineshow em Resende/RJ. O curta está confirmado em vários festivais de cinema em todo o país e a trilha sonora fica por conta da faixa “Vultures” que faz parte do primeiro álbum da banda Monstractor, Recycling Thrash.

Confira a faixa:

https://soundcloud.com/monstractor/vultures

4352153d-7e1e-44b3-a253-c9a2e4f5866c

Fonte: Roadie Metal

Heryn Dae 006

A banda Heryn Dae vem se destacando na região de Santa Catarina, sendo presença confirmada em vários eventos na região, a banda, confirmou mais um grande show para o mês de Maio.

Entre os dias 26 a 29 de maio acontece na cidade de São Francisco do Sul – SC o festival, “Não Vai Ter Coca”, a banda é uma das principais atrações do dia 26, com a apresentação programada para as 02h00min A.M.

O evento acontecerá na rua: Guiné, Nº 1181/1265, com inicio as 11h00min A.M. na cidade de São Francisco do Sul/SC.

Maiores detalhes na pagina oficial do evento:

Não Vai Ter Coca

https://www.facebook.com/Festival-N%C3%A3o-Vai-Ter-Coca-590284164401661/

Conheça mais sobre a banda no link abaixo:

https://www.facebook.com/Banda-Heryn-Dae-873230726070006/?fref=ts

Fonte: Roadie Metal

image.png

Nando Reis sobe ao palco do Metropolitan, no Rio de Janeiro, com o show de seu mais novo CD, Ao Vivo – No Recreio – Volume 1. Os dias marcados são 04 e 25 de junho, nos quais os seus ávidos fãs, que não se concentram em apenas uma geração, poderão entoar ao lado do cantor os grandes clássicos eternizados por esta gigante figura da música brasileira, em formato mais que intimista, em voz e violão.

A venda para o show do dia 04 já está disponível desde o dia 15 de março. Para o show do dia 25, as vendas estão disponíveis a partir do dia 06 de maio. Os ingressos poderão ser adquiridos pela internet (www.ticketsforfun.com.br), nos pontos de venda espalhados pelo Brasil e nabilheteria do Metropolitan. O show é apresentado pela ANTARCTICA e realizado pela TIME FOR FUN.

O show faz parte da tour do cantor paulista para divulgar este novíssimo volume, gravado com maestria, produzido pelo próprio artista e com mixagem de Jack Endino em um estúdio em Seattle, nos Estados Unidos.

Na ocasião, Nando mostra toda a delicadeza das canções e melodias que tocam fundo no coração do público, exibindo versões de seus clássicos – como “Relicário”, “O Segundo Sol”, “Luz dos Olhos”, “All Star”, “Espatódea”, “Nos Seus Olhos” e “Quem Vai Dizer Tchau” – bem na forma como foram concebidas, somente com o artista empunhando seu violão, amainando a doce vibração das cordas com sua voz e algumas batidas no instrumento, que fazem as vezes de percussão.

 

Para mais informações sobre Nando Reis, acesse:

www.nandoreis.com.br

www.facebook.com/nandoreisoficial

www.twitter.com/Nando_Reis

www.youtube.com/user/NandoReisVEVO

 

NANDO REIS – ESTREIA DO DVD AO VIVO – NO RECREIO – VOLUME 1

Apresentação: ANTARCTICA

Realização: TIME FOR FUN
Data: Sábado, dia 04 de junho de 2016.

           Sábado, dia 25 de junho de 2016.
Horário: 22h30.

Local: Metropolitan – Rio de Janeiro (RJ)
Av. Ayrton Senna, 3000 – Shopping Via Parque – Barra da Tijuca.

Capacidade: 3.120 lugares.
Ingressos: de R$ 45 a 200 (ver tabela completa).
Duração: Aproximadamente 1h40.
Classificação etária: De 12 a 14 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais). De 15 anos em diante: permitida a entrada (desacompanhados).

Acesso para deficientes
Ar-condicionado
Estacionamento do Shopping: R$ 9 (pagamento antecipado).

Site: www.t4f.com.br
Venda a grupos: grupos@t4f.com.br

 

INGRESSOS SHOW 04/06 E 25/06:

 

PREÇOS POR SETORES

(Configuração: sentado)

½ ENTRADA

NORMAL

MESA – SETOR VIP

R$ 90,00

R$ 180,00

MESA – SETOR PALCO

R$ 80,00

R$ 160,00

MESA – SETOR ESPECIAL

R$ 70,00

R$ 140,00

MESA – SETOR CENTRAL

R$ 60,00

R$ 120,00

MESA – SETOR LATERAL

R$ 50,00

R$ 100,00

CAMAROTE

R$ 100,00

R$ 200,00

POLTRONA

R$ 45,00

R$ 90,00

 

 – Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário: no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet).

 

– A venda para o público em geral para o show do dia 04 já está disponível desde o dia 15 de março. Para o show do dia 25, estará disponível a partir do dia 06 de maio.

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

·         Metropolitan: Segundas -feiras: Fechada

                                      Terças-feiras a sábados, das 12h às 20h

                                      Domingos e feriados, das 13h às 20h

Av. Ayrton Senna, 3000 – Shopping Via Parque – Barra da Tijuca.

LOCAIS DE VENDA – COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

·         Pontos de venda no link: http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=pdv

·         Pela Internet:  www.ticketsforfun.com.br

·         Retirada na bilheteria e E-ticket – taxas de conveniência e de entrega

FORMAS DE PAGAMENTO VÁLIDAS TICKETS FOR FUN:

·         Dinheiro

·         Cartões de crédito MasterCard, American Express, Elo Crédito, Visa, Diners Club e Hypercard* (este somente presencial*)

·         Cartões de débito Visa Electron, MasterCard débito, Elo Débito e Hypercard.

Fonte: T4F