Exxocet: Entrevista Com o Guitarrista Richie Love

Publicado: setembro 29, 2014 por Pedro Mello em Entrevistas, News
Tags:, ,
Que o Rock nunca morreu, embora muitos o quisessem, estamos cansados de saber. Mas de tempos em tempos um subgênero deste estilo de vida se levanta um pouco mais e mostra seu poder. Ao que tudo indica, o Hard Rock tem recobrado suas forças após as novas ondas de Heavy Tradicional e Thrash, ondas que abrandam e não passam realmente e felizmente.
Com várias bandas retornando e várias novas aparecendo nas mídias especializadas, trazendo a volta daquela sonoridade de Los Angeles, já era de se esperar que bandas da América do Sul começassem a ganhar mais espaço como em outros subgêneros. E desta nova safra vem a Exxocet, uma banda chilena com coração brasileiro que está preparando seu álbum de estréia.
Confira o papo que tivemos com o fundador e guitarrista Richie Love em mais uma exclusiva para o RioMetal.
Richie em show no Oxido Bar na cidade de BellaVista. Foto por Sebastián Domínguez.
Richie, nos conte um pouco mais da história da Exxocet?
O nome “Exxocet” deve ter  aproximadamente uns 8 anos. A banda existe desde quando eu era menino, por volta de meus 16 anos e morava na minha cidade natal, Antofagasta no Deserto de Atacama – Chile (onde eu nasci). Em 2013 depois de morar no Rio de Janeiro eu voltei pra Santiago do Chile com a idéia de fazer a banda de novo, então podemos dizer que esta encarnação da banda Exxocet tem um ano, consideramos o 6 do Dezembro como nosso aniversário oficial pois foi a primeira vez que tocamos.
 
Bem, você saiu do Brasil e foi para o Chile buscando formar sua banda, quem são os membros da Exxocet e como você chegou a esses caras?
Quando eu fui para o Brasil já era amigão de Lukky Sparxx (guitarrista) & Tom Azzter (bateria) , já tínhamos combinado de fazer uma banda, eles quase foram pra o Brasil. A Exxocet quase foi brasileira mesmo. Mas aí quando voltei a gente conseguiu contatar Chris Lion (vocal) pela internet, ele tinha outra banda de Hard Rock, tipo o Matanza, aqui no Chile e depois de testarmos 3 baixistas, Edd Savagge  foi escolhido, ele veio de uma banda tributo ao Megadeth.
Ouvindo o som da banda é inevitável não notarmos traços de bandas clássicas de Hard/Heavy como também algo renovado, principalmente da cena sueca. Quais as influências que moldaram o som da Exxocet?
Cada um de nós vêm com uma influência musical diferente, Lukky é amante do power metal, Edd vem do thrash e power também, Chris adora a New Wave of British Heavy Metal, e eu também. O Tom é quem sempre foi só do Glam Rock. Mas todos nós somos amantes dos anos 80. Danger Danger, Whitesnake, Warrant são referências que a gente curte muito, mas tenho que dizer que Crashdiet tem sido uma influência forte também, além de Judas Priest e Iron Maiden (a banda favorita que a gente tem em comum). 
Exxocet
 
Residindo no Chile, onde a banda finalmente alçou voo, quais seriam as diferenças entre o público brasileiro e o chileno?
A gente aqui tem um recebimento ótimo, só que falta mais tempo, começamos tocar no ano passado apenas, mas a gente quer o Brasil, porque o pessoal daí valoriza muito mais o trabalho do músico, vocês têm a sorte de ser um país com muita cultura musical, o apoio da galera brasileira é muito forte, vocês podem ver isso em bandas como Angra, Sepultura e Violator, bandas que eu já conhecia bem antes de chegar aí. Pode ver também que o Rio e São Paulo são destinos infalíveis de bandas internacionais como Edguy e Helloween por exemplo. E eu pessoalmente, tenho muitos amigos no Rio, gente boa pra caralho só quero fazer um puta show pra eles, é o meu sonho, tá ligado??! Sacou??! Haha tenho boas histórias vividas lá.
 
 
Acho que o mercado fonográfico chileno e argentino são mais receptivos a este tipo de musicalidade. Tanto é que a banda em pouco tempo acabou assinando contrato com uma gravadora. Nos conte um pouco mais. (nome da gravadora, como ocorreu o contato com eles, como surgiu o interesse da gravadora)
Pode ser que seja mas receptivo porque tem menos bandas, pelo mesmo não dá pra ficar aqui mais de um ano, O selo da gente “PINBALL RECOARDINGS” nunca teve antes uma banda de hard rock/heavy metal, eles assistiram casualmente um show da gente e gostaram, eles querem fazer de nós uma banda de exportação, eles sabem que só no Chile não dá pra ficar muito tempo (que é exatamente o que a gente pensa) mas obviamente também querem a gente tocando no Chile como país base.
 
O Exxocet está com um contrato assinado e preparando o seu primeiro álbum. Como está sendo o processo de composição do material?
O álbum “Rock & Roll Under Attäck” vem com 14 músicas que já estavam prontas, a maioria feitas por mim e Lukky Sparxx, as baterias já estão gravadas. O álbum tem data de lançamento para o final de Novembro.
 
 
A banda tem recebido vários elogios em seus canais na internet. O que sentem com a repercusão positiva?
Eu nunca pensei que ia ser assim em tão pouco tempo, a gente tem ganho muitos Fan Arts (desenhos, fotos, etc) vindos da Europa e Chile,  a gente ao final do ano vai escolher o melhor deles e enviar um álbum e uma blusa de graça pra aquela pessoa que fizer a melhor Fan Art. É um sentimento que gosto de compartilhar com os mesmos fans cada vez que  finalizo um show e desço do palco, vamos bebeeeer!
 Richie Love. Foto por Sebastián Domínguez.
Já existem planos para uma turnê de promoção do álbum? Planos para uma volta ao Brasil
A gente quer ir tocar no Rio de Janeiro em Janeiro, estamos fazendo os contatos, São Paulo está por confirmar também. Se eu pessoalmente tivesse a grana para bancar os shows e as passagens,  já estaria tocando por aí, mesmo não sendo famoso.
 
O que podemos esperar da Exxocet nos palcos?
A gente está ensaiando 4 horas por semana, além das gravações do “R&UA”, vocês podem esperar um show com muita energia, movimento e Rock & Roll, o resto vocês irão julgar.
 
Richie, foi uma enorme satisfação conversar com você, esperamos ansiosos pelo álbum e por uma futura visita da Exxocet, por favor deixem uma mensagem aos nossos leitores:
Primeiro de tudo, “muchas gracias” pela entrevista, força e espaço que me deram aqui. Só vou falar que vocês têm que fazer o que realmente sentem, assim a vida dói menos, acreditem nos seus sonhos, só assim que conseguem mesmo, lutem e não abaixem os braços na briga. O mundo precisa de Rock & Roll, por isso o nosso álbum vai ser intitulado “R&R Under Attäck”. Eu pessoalmente amo o povo brasileiro, tenho muitas saudades de muita gente e vou demonstrar isso no palco quando for tocar aí. E não deixem de conferir nossa demo em http://www.youtube.com/exxocetofficial/videos Obrigado.

Destruction: Dados do Show no Rio de Janeiro

Publicado: setembro 29, 2014 por Pedro Mello em Eventos, News
Tags:, , , ,

10557379_611365468974958_2909507818689989466_n

INGRESSOS:
1º lote: R$ 80,00 (meia-entrada)*
2º lote: R$ 90,00 (meia entrada)*
Portas: R$ 100,00 (meia entrada)**
Portas: R$ 200,00 (inteira)

*Estudantes, menores de 21 anos, idosos, professores da rede pública, deficientes físicos e qualquer pessoa que adquirir o ingresso antecipadamente.
** Apenas para garantias previstas em Lei: estudantes, menores de 21 anos, idosos, professores da rede pública e deficientes físicos.

VENDAS

Na internet (com taxa de conveniência) em até 12X sem juros:

https://ticketbrasil.com.br/show/destruction-rj/

Pontos de venda (sem taxa de conveniência) a partir de 04 de outubro:

TIJUCA
Scheherazade
Rua Conde de Bonfim, 346, loja 209
Próximo ao metrô Saens Peña
Tel. 2569-1250
Somente em dinheiro

CAXIAS
Rock For You
Shopping Estação Fashion
Avenida Presidente Kennedy, 1910 loja D
TEl. 9 9420-8796
Dinheiro ou cartão em até 12 vezes sem juros

NITERÓI
Dark Age
Rua da Conceição, 101 S.L 47 – Centro
Próximo às barcas
Tel. 2620-7888
Somente em dinheiro

Fonte: Blog N’ Roll Produções

Catedral: Show no Rio de Janeiro

Publicado: setembro 29, 2014 por Pedro Mello em Eventos, News
Tags:, ,

Com três indicações ao prêmio VMB, da extinta MTV, e mais de  2 milhões e meio de CDs vendidos ao longo de 25 anos de carreira, a Banda Catedral volta ao Rival com o show intitulado “Sucessos”, no dia 1 de outubro, dentro do Festival Rival 80 anos. 

O espetáculo é uma prévia do DVD comemorativo de 25 anos de carreira.  No repertório, estão canções do mais recente CD “Maior idade musical”, lançado em 2013, pela Sony Music, e sucessos da carreira como “Eu quero sol nesse jardim”; “Uma canção de amor pra você” – primeiro clipe executado na MTV e no canal Multishow, com indicação ao prêmio Multishow na categoria banda/revelação do ano de 2000 – e  “Tchau”,  que chegou ao 7° lugar nas rádios. Do novo CD, canções como a balada pop/rock“Dona do meu coração”, primeira música de trabalho na época ; “Estações”, “Eu te amo” e “Em tempos de caos”. 

De origem da baixada fluminense, a banda Catedral está acostumada a seguir em turnê pelo Norte e pelo Nordeste e já estava com saudades do público carioca.  A Banda Catedral é formada por Kim (Voz e Guitarra base); Júlio (baixo e solos) e Guilherme (bateria).

Serviço: Banda Catedral

Teatro Rival Petrobras
Dia 1 de outubro, quarta-feira, às 19h30
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia – Tel: 2240-4469

Preço:

Setor A / Mezanino:

R$ 70 (Inteira)
R$ 35 (Estudante / idoso / professor da rede municipal)

Setor B: 184 lugares

R$ 60 (Inteira)
R$ 40 (Promoção para os 200 primeiros pagantes)
R$ 30 (Estudante / idoso / professor da rede municipal)

Classificação: 16 anos

Capacidade: 458 lugares

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Teatro Rival Petrobras – Sheila Gomes

Sergio Hinds: Apresentação no Teatro Rival

Publicado: setembro 29, 2014 por Pedro Mello em Eventos, News
Tags:, , , , ,

O Show é uma mostra de algumas obras não tocadas há 30 anos e outras que não fazem parte do set list atual do Terço, como: Lagoa das Lontras, Adormeceu, Deus, Gente do Interior, Mudança deTempo, a obra Amanhecer Total com 6 movimentos, Blues do Adeus e outras. Muitas foram escolhidas baseadas em pedidos feitos pelos fãs durante os últimos shows e pesquisa feita no facebook.

Também será uma homenagem a um dos fundadores do Terço Jorge Amiden que faleceu recentemente no dia 28/06/2014.

Dois Terços:

Sérgio Hinds www.sergiohinds.com, www.oterco.com.br e Fred Barley www.fredbarley.com baterista, dividem o palco com Silvio Izy http://www.silvioizy.com.br baixista e Davis Esposito, francês filho de italianos, nos teclados.

Eles interpretam os arranjos originais das gravações da época.

Releases:

“SÉRGIO HINDS” www.sergiohinds.com (guitarrista do grupo O Terço e do 3HD)

Considerado na década de 70 como o melhor guitarrista de rock progressivo do Brasil, mas também respeitado no cenário da MPB, Sérgio Hinds, traz para o cenário musical a magia dos anos 70 sob olhar dos anos 2000.

Ganhou festivais como o de Juiz de Fora e Belo Horizonte. Classificou-se por duas vezes em terceiro e quarto lugares respectivamente no Festival Internacional da Canção. Durante 15 anos fez de 150 a 200 shows por ano em grandes ginásios lotados pelo país afora. Também conseguiu o recorde de público com “O Terço” (11000 pessoas) no Luna Park em Buenos Aires. Além de fazer shows no Miden em Canes (França) e em outros lugares da Europa. Foi convidado especial do festival de rock progressivo na UCLA em Los Angeles. Tem 19 Cds gravados e 2 DVDs, sendo um com uma sinfônica de 70 músicos, com arranjos de Rogério Duprat e

regência de Julio Medaglia e outro recente ao vivo com “O Terço” que foi lançado pela gravadora Som Livre e o novo Blu Ray full HD surround em 3D preste a ser lançado.

Guitarrista e cantor do 3HD, grupo novo com um CD lançado pela Movie Play. Também acompanhou artistas como: Ivan Lins,Belchior, Sá e Guarabira e Donny Nichilo (bluseiro de Chicago) “Fred Barley”http://www.fredbarley.com (atual baterista do Terço) é um músico conhecido no cenário musical paulista, atuando há mais de quinze anos na Capital como músico e professor.

Com vasta experiência internacional já se apresentou em todo o Brasil (principais capitais e grandes cidades), Europa (Itália, Mônaco, Espanha, Grécia, Croácia, França, Turquia), África (Marrocos, Egito), Américado Sul (Ilhas Falkland, Argentina, Uruguai, Chile) e até Antártica. Já trabalhou com grandes nomes da música brasileira e internacional, como Daevid Allen (Gong/Soft Mcahine)-USA, University of Errors-USA, Klaus Blasquisz (Magma)-FRA, Juanjo Hermida-ARG, Grooveline-USA, Amilton Godoy (Zimbo Trio), Daniela Mercury, Marina Lima, Vinícius Dorin, Gabriel Sater, Edgard Scandurra (IRA!), The Central Scrutinizer Band, Fábio Golfetti, Violeta de Outono, Manito (Os Incríveis), Chico Oliveira (Jô), Yessongs, Groofboogaloo, Trincheira, JulianoLemos, Vehlotrol, Compacta Trio, CBS Tap Factory, Hispalis Cia de Flamenco.

Citado na revista Modern Drummer Brasil nº17 na reportagem “Histórias da Bateria Brasileira”, por Zé Eduardo Nazário, ao lado dos maiores nomes da bateria brasileira como Cuca Teixeira, Alaor Neves, Ricardo Confessori, João Barone, entre outros.

“Silvio Izy” www.silvioizy.com.br (baixista do 3HD) compositor, cantor, instrumentista, arranjador e produtor musical. Com 25 anos de experiência, Já atuou nas áreas de shows ao vivo, produção e gravação de discos e trilhas sonoras para vídeos e peças de teatro.

Trabalhou junto a nomes como; Fafá de Belém, Angélica, Arnaldo Saccomani, Fernando Deluqui ( R P M ), entre outros. Já tocou em bandas como – Eclipse, Interpol, Califórnia Country, S. O. S. Alkatraz, The Noni Brothers e Rock Memory entre outras. Gravou e lançou os CDs; “Metal Rock” pela RGE e osindependentes, “Signos” e “Âmago”.

“Davis Esposito” francês filho de italianos que vive na Itália desde criança, tecladista completo, jazz, rock, pop, programador e arranjador. Foi músico de vários artistas famosos italianos e já tocou em vários países.

 

Serviço: SERGIO   HINDS

Teatro Rival Petrobras
Dia  2 de outubro, quinta-feira, às 19h30
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia

Preço:

Setor A / Mezanino:

R$ 70 (Inteira)
R$ 35 (Estudante / idoso / professor da rede municipal)

Setor B:

R$ 60 (Inteira)
R$ 40 (Promoção para os 200 primeiros pagantes)
R$ 30 (Estudante / idoso / professor da rede municipal)

Classificação: 16 anos

Capacidade: 458 lugares

Fonte: Assessoria de Imprensa Teatro Rival Petrobras – Sheila Gomes

Destruction: Banda Fará Show no Rio de Janeiro

Publicado: setembro 28, 2014 por Pedro Mello em Eventos, News
Tags:, , ,

SERVIÇO COMPLETO

Local: Teatro Odisséia
End: Av. Mem de Sá, 66 – Lapa
Data: 10 de dezembro 2014
Abertura da casa: 19:00
Destruction: 21:00
Classificação etária: 18 Anos
Menores entre 16 e 17 somente acompanhados do responsável legal. Menores de 16 anos: entrada proibida.

INGRESSOS:
1º lote: R$ 80,00 (meia-entrada promocional)
2º lote: R$ 90,00 (meia entrada promocional
Portas: R$ 100,00 (meia entrada)
Portas: R$ 200,00 (inteira)

*É proibida a entrada na casa portando câmeras fotográficas profissionais e semiprofissionais, bem como filmadoras de qualquer tipo.
*A produção do evento não se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais.

VENDAS

Na internet (com taxa de conveniência) em até 12X sem juros:

https://ticketbrasil.com.br/show/destruction-rj/

Pontos de venda (sem taxa de conveniência):

TIJUCA
Scheherazade
Rua Conde de Bonfim, 346, loja 209
Próximo ao metrô Saens Peña
Tel. 2569-1250
Somente em dinheiro

CAXIAS
Rock For You
Shopping Estação Fashion
Avenida Presidente Kennedy, 1910 loja D
TEl. 9 9420-8796
Dinheiro ou cartão em até 12 vezes sem juros

NITERÓI
Dark Age
Rua da Conceição, 101 S.L 47 – Centro
Próximo às barcas
Tel. 2620-7888
Somente em dinheiro

Apoio:
Rock for You Caxias
Metal Samsara
HR Estudio
TV Undergarage
Maldita 3.0

Fonte: Blog N’ Roll

Imagem  —  Publicado: setembro 26, 2014 por Pedro Mello em Eventos, News
Tags:, , ,

 

A Prefeitura de Rio Bonito apresenta mais uma edição do projeto Rock na Praça.

O evento acontecerá dia 25 de Outubro e será gratuito. As bandas se apresentarão a partir das 14:00 hs na Praça Fonseca Portela

Bandas Convidadas:

Mote Combinado

Magnetrom

Alambique Ribeiro

Retorno em Dobro

Unsmasked Brains

Indiscipline

Melyra

Tamuya Trash Tribe

Exodus: Terceiro Trailer de DVD Bônus Está Disponível

Publicado: setembro 26, 2014 por Pedro Mello em Eventos, News
Tags:,

securedownload

O terceiro de cinco trailers feitos pela GUITAR WORLD.com o material mostra o making of do DVD bônus intitulado “Blood Upon The Goat”, que virá junto com o álbum “Blood In, Blood Out”, os fãs vão poder ver um material bruto das gravações em estúdio do vocalista Steve “Zetro” Souza, que também comenta o seu retorno e orgulhosamente proclama: “Nossos fãs nos mantém relevantes durante 30 anos; Devemos tudo a eles.”

Veja o terceiro trailer aqui: http://www.guitarworld.com/exodus-discuss-making-new-album-blood-blood-out-part-3-vocalist-steve-zetro-sousa-exclusive-video

Blood In, Blood Out será lançado na América do Norte em 14 de Outubro em versão digipack incluindo DVD bônus. Os primeiros trailers podem ser vistos em:

·         Parte 1 estrelando o guitarrista Gary Holt - www.guitarworld.com/gary-holt-exodus-discusses-making-blood-blood-out-part-1-exclusive-video

·         Parte 2 estrelando o guitarrista Lee Altus: www.guitarworld.com/exodus-discuss-making-new-album-blood-blood-out-part-2-guitarist-lee-altus-exclusive-video

 

Ouça as novas faixas do Exodus no canal da Nuclear Blast no YouTube:

·         “Blood In, Blood Out” www.youtube.com/watch?v=pfu94oJ1so8

·         “Salt The Wound” estrelando Kirk Hammett - www.youtube.com/watch?v=CMs9yNlBp4c

Fonte: Adrenaline Press

Sabaton: Grande Noite no Rio de Janeiro

Publicado: setembro 26, 2014 por Pedro Mello em News, Resenhas Shows
Tags:, ,

Uma das mais aguardadas atrações da nova safra do metal aporta no Teatro Rival, os suecos do Sabaton.

O Sabaton é uma banda relativamente nova, visto que seu primeiro álbum de estúdio foi lançado no ano de 2005, e que vem conquistando e ampliando seu espaço turnê após turnê, álbum após álbum.

Com temáticas bélicas, pequenas aulas da história mundial podem ser ouvidas nas canções do Sabaton, recentemente a banda lançou o álbum “Heroes” que se baseia em histórias heróicas da 2ª Guerra Mundial.

Uma curiosidade interessante, e porque não gratificante?, foi o fato da banda destinar uma de suas músicas à FEB (Força Expedicionária Brasileira), com refrão cantado em português e lembrando heróis nacionais esquecidos pela maior parte da população.

Outro fato a destacar é que o Teatro Rival fica bem próximo ao museu de ex-combatentes das Forças Armadas (Rua das Marrecas). Fica aqui a dica para vocês.

Sabaton e seus fãs no Teatro Rival.

Voltando ao show. A introdução para a entrada da banda foi com “The Final Countdown” da banda Europe,cantada por todos os presentes, seguida pela introdução, “The March To War”.

Para um show realizado em um dia de semana, e por ser uma banda nova, o público foi excelente. Mostrando que o power metal ainda carrega fãs aonde quer que passe e que o Sabaton já possui sua leva de fãs brasileiros e que serão sempre bem vindos em nosso solo.

Próximo ao fim da música de introdução a banda sobe ao palco e logo Hannes Van Dahl assume seu lugar na bateria e incita os presentes, assim como Pär Sundström (Baixo), Thobbe Englund e Chris Rörland (Guitarras).

O último a entrar no palco foi o vocalista Joakim Brodén. A primeira da noite foi “Ghost Division” (The Art Of War, 2008), a banda se mostrava empolgada e estava bem animada no palco.

Contando com sete álbuns de estúdio já lançados, o Sabaton tentou mesclar um pouco de tudo em sua primeira apresentação no Rio de Janeiro, o fato de que o público cantou todas as músicas, desde as mais antigas até as mais novas, deve tê-los surpreendido.

Seguindo tivemos a nova “To Hell And Back” e uma das clássicas da banda, Carolus Rex (homônimo de 2012), a banda se mostrou bem a vontade no palco. Os integrantes ocupam bem os espaços e circulam a todo momento pelo palco.

As faixas seguem com algumas pausas para Joakim conversar com o público, contando histórias e casos desta passagem pelo Brasil, menções ao calor da cidade, belezas típicas e inclusive piadas sobre o zíper de sua calça estar com mal funcionamento foram bem recebidas pelos presentes.

O trio de cordas: Thobbe, Pär e Chris

Surpreendendo a banda, o público cantou junto a música “Gott Mit Uns” em sueco, uma prova de que o Sabaton está crescendo bem fora da Europa. 

Além da simpatia dos músicos, outro fato que marcou a apresentação foi o fato de que Pär, Thobbe e Chris conseguem realizar de maneira perfeita as partes das músicas com vocais dobrados e coros, assim, pôde-se ouvir tudo como está no álbum.

O ritmo não caiu em momento algum no show, músicas rápidas e pesadas, sem espaço para baladas, deixaram o público se movimentando do início ao fim, uma aula de power metal.

“Attero Dominatus” (homônimo de 2006), “Resistand and Bite” (Heroes, 2014), “The Art Of War” (homônimo de 2008), “Primo Victoria” (homônimo de 2005) e a homenagem já comentada a FEB, a música “Smoking Snakes” (mais uma do novo álbum Heroes) podem ser citadas como destaques da apresentação.

Um set curto, porém enérgico, de uma banda nova. Uma excelente receptividade dos fãs cariocas e que deixou aquele famoso gostinho de “quero mais”, que retornem o mais breve possível aos palcos do Rio.

Joakim.

 

Sabaton Setlist: Europe – The Final Countdown (Intro) /The March To War / Ghost Division / To Hell and Back / Carolus Rex / Gott Mit Uns (Swedish Version) / Uprising / Attero Dominatus / Resist and Bite / The Art of War / Far from the Fame / Soldier of 3 Armies / Swedish Pagans / Bis: Night Witches / Smoking Snakes / Primo Victoria / Metal Crüe / Dead Soldier’s Waltz – Masters of the World.

Serviço: MELYRA – LANÇAMENTO DO EP “CATCH ME IF YOU CAN”!!!

Data: Quarta, 19 de novembro

Horário: 19:00

Local: Rio Rock & Blues Club
Endereço: Rua do Riachuelo, 20 – Lapa – Rio de Janeiro

Bandas: Melyra / Unmasked Brains / Doctor Maiden

Ingressos: R$ 15 antecipado / R$ 25 com nome na lista / R$ 35 na hora sem nome na lista VIP

Confira a música “Trip To Hell”: